terça-feira, 29 de novembro de 2011

SURTO EM PEDRA BRANCA - Faltam vacinas contra gripe suína no País


A Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) não mais utilizará a estratégia de vacinação contra a gripe A (H1N1) - a gripe suína no Município de Pedra Branca, que até a manhã de ontem já contabilizava 232 casos notificados. A informação foi dada pelo coordenador de promoção e proteção à saúde da Sesa, Manoel Fonseca. Segundo ele, o País não dispõe de vacinas. Nem no Ministério da Saúde, nem nos Estados. "A estratégia de vacinação está eliminada porque não tem vacina no País. As doses que ainda existem não seriam eficazes, pois estão em fase final de vencimento", declarou o médico.

O anúncio de vacinar as pessoas dos grupos de riscos que não foram vacinadas foi feito pelo titular da pasta, Arruda Bastos, como estratégia para conter o surto em reunião com a gestão municipal e profissional de saúde de Pedra Branca, no último domingo, no Hospital Municipal São Sebastião.

Na ocasião, ele havia informado que já tinha 5 mil doses garantidas e mantinha contatos com o Ministério da Saúde e outras unidades da federação a fim de obter as 20 mil doses necessárias.

Fonseca justifica que realmente contatos foram feitos, mas as vacinas existentes no Paraná e em outros estados já estão em fase final de vencimento. Fonseca informou também que a Sesa está enviando uma UTI Móvel para Pedra Branca como precaução para o tratamento de casos graves e que, hoje, deverá chegar ao Município uma técnica do Ministério da Saúde.

Providências

"Todas as providências estão sendo tomadas de forma ágil pela Sesa no sentido de conter o surto. Como o Município não dispõe de UTI, a Sesa está enviando uma UTI Móvel para ser utilizada, caso haja necessidade", disse ele.

Fonseca acredita que a gripe não se espalhará pela região, devido ao fato de não estar em período de inverno, quando o período é mais propício e tradicionalmente ocorrem muitos casos de problemas gripais e respiratórios. "O que ocorreu em Pedra Branca foi específico devido à aglomeração de pessoas em sala de aula fechada, com uma pessoa com o vírus e daí essas pessoas foram contaminadas e atingiram familiares", frisa.

Preocupação

Com a divulgação pelos meios de comunicação e o avanço no número de notificações em Pedra Branca, os Municípios da região estão em alerta. Secretários de Saúde demonstram preocupação com a situação. Estão com medo que o mal chegue em seus Municípios. Já reforçam Hospitais e Postos de Saúde com informações sobre os cuidados com a doença.

Independência é o que tem maior preocupação, dada à proximidade. Localizado a apenas 37km do maior distrito de Pedra Branca, Cruzeta (Santa Cruz do Banabuiú), o Município está vigilante, segundo o secretário de Saúde, Elício Gonçalves. "Estou muito preocupado, pois o fluxo de pessoas e veículos entre os dois Municípios é muito grande. Estamos atentos nas unidades de saúde", declarou. Tauá já está a partir de hoje vacinando todas as gestantes que não foram vacinadas na última campanha. O Município ainda tem um pequeno estoque. A informação é do secretário de saúde, Lourival Rodrigues. Outra ação feita pela Secretaria é a abordagem das topics que fazem transporte entre os dois Municípios.

Em cidades do Sertão Central, o clima é ainda de tranquilidade. Os moradores não demonstram preocupação com o surto. No entanto, muita gente preferiu não seguir para o Município de Pedra Branca, onde estava programada uma vaquejada para este fim de semana. O mesmo ocorreu com a população de Boa Viagem, cidade mais próxima.

FQUE POR DENTOR
Prevenção

Os sintomas da gripe H1N1 são semelhantes aos de uma gripe comum, e incluem febre, tosse, garganta inflamada, dores no corpo, dores de cabeça, calafrios e fadiga. Algumas pessoas infectadas têm relatado diarreia e vômitos. Quem está com sintomas da gripe deve ficar em casa, e, quando tossir ou assoar o nariz, cobrir a boca e o nariz com um lenço. Após descartar o lenço, deve lavar as mãos cuidadosamente. Essas medidas podem prevenir a propagação da doença. Recomenda-se ir ao hospital ou posto de saúde o mais rápido possível, principalmente se a pessoa esteve recentemente em alguma área de risco, ou após contato com alguém que esteve. A contaminação pode ocorrer entrando em contato direto com uma pessoa doente ou após coçar os olhos, boca e nariz depois de tocar algum objeto que ela tocou recentemente, por exemplo. Por isso, lavar as mãos deve se tornar um hábito, mesmo entre quem não está doente.

MAIS INFORMAÇÕES
Secretaria de Saúde do Estado/ Coordenação de Promoção e Proteção à Saúde, Av. Almirante Barroso, 600, Fortaleza - (85) 3101.5189

Um comentário:

  1. Pak job Ads and advertisements for Karachi,Lahore,Quetta,Peshawar,Multan,Hyderabad,Rawalpindi,Islamabad and http://allpkjobz.blogspot.com all cities of Pakistan.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

bate papo

visitantes em todo mundo